Até meados do século XVIII, pouco se sabe sobre a história desta cidade. Mas há registro à partir de 1764, quando este município foi atravessado por uma estrada ligando as duas cidades do ouro, Cabo Verde e Ouro Fino. Com a exaustão desta riqueza nas minas ali por perto e até mais longe, as atenções se voltaram para o potencial agrícola e pecuário em Santa Rita de Caldas. 

Primeiro, Veríssimo João de Carvalho instalou-se no lugar chamado Gineta, criando ali a sua fazenda;


o primeiro posseiro da região foi o alferes Antônio Rodrigues, casado com Tereza Maria de Freitas, fundador da cidade de Caldas.

De acordo com registros encontrados pela Prefeitura Municipal de Santa Rita de Caldas, os primeiros povoadores foram: alferes Antônio José Rodrigues, São Bento; Veríssimo João de Carvalho, na fazenda Gineta; cadete Raimundo de Souza e Miranda Machado, no Jaguari; Antônio José da Costa e, depois, Inácio Franco e capitão Bernardo José Simões, em Ribeirão Fundo; e Manoel Joaquim de Oliveira, no Rio Pardo.
O ciclo agrícola marcou a região de Santa Rita de Caldas. Havia uma ermida no lugar, mas os moradores resolveram pedir à Cúria Diocesana de São Paulo autorização para criar uma igreja maior e oficializar a devoção a Santa Rita de Cássia.

Com a igreja o povoado cresceu. Em 5 de outubro de 1860, a capela de Santa Rita de Cássia do Rio Claro era elevada à categoria de curato; em 16 de outubro de 1861, Santa Rita foi elevada à condição de Distrito de Paz; depois, em 22 de julho de 1868, virou freguesia; a emancipação administrativa aconteceria em 1943, porém o lugar era subordinado à comarca de Parreira, que seria depois denominada Caldas; e a partir daí a cidade teve grande evolução, principalmente em razão da proximidade com Campinas, Santos e a própria capital São Paulo. A Divisão Administrativa de 1948 ainda garante a Santa Rita de Caldas a manutenção do distrito de Ipuiúna; mas a nova divisão pela lei estadual nº 1039, de 27 de dezembro de 1953, desanexou o distrito de Ipuiúna, que foi elevado a município. Restaram a Santa Rita de Caldas a sede e o distrito de São Bento de Caldas.

A comarca de Santa Rita de Caldas só foi oficializada no dia 19 de fevereiro de 1994.


|Albertina | Andradas | Bandeira do Sul | Caldas | Campestre | Divisa Nova |
|Ibitiúra de Minas | Ipuiúna | Santa Rita de Caldas | Serrania|